Ver – pensar – fazer: uma estrutura de negócios, conteúdo e marketing

Você já pensou no seu negócio hoje? Já parou para considerar se está no caminho certo, se está colocando o cliente sempre no centro de suas decisões?

Precisando de conteúdo para seu site/blog?

RedaWeb

 

Você consegue definir claramente qual é o seu modelo de negócio? A orientação do seu negócio e de marketing ou o marketing é apenas um departamento estanque?

Ver-pensar-fazer

Tradicionalmente, uma estrutura de negócios se constrói em cima dessas três fases.

Primeiro você vê uma oportunidade, que, normalmente, é a convergência de uma demanda, ou problema,e de um conjunto de habilidades que você ou sua empresa possui para elaborar uma oferta, ou solução, que será entregue.

Em segundo lugar, é preciso pensar qual é essa solução, cruzar todas as informações disponíveis para saber qual o potencial de vendas e de lucro que essa solução pode entregar à sua empresa. Você precisará pensar em como quer ser visto por esse público, como se posicionar para ser diferenciado na mente do seu consumidor alvo.

Você precisará pensar em como estruturar seus canais de venda, de forma que eles aproximem sua empresa de maneira eficiente de seu target, com o menor custo possível, mas sem deixar de gerar valor.

Pensar é, certamente, a parte mais difícil, trabalhosa, mas é essencial. Cada um deve pensar o seu negócio, em seu modelo, em sua estrutura de negócios, não se deixar levar por soluções prontas, porque cada empresa, cada marca é única.

Fazer é a última fase, que implica conhecimentos técnicos, produtividade, gestão de processos e pessoas.

Hora de recomeçar

Sempre que chegamos à fase do “fazer”, devemos imediatamente nos dar conta de que é preciso voltar ao começo, buscar novas oportunidades, que podem vir na forma de novas tecnologias para uso interno, de novas oportunidades de produtos, novos treinamentos e oportunidades de melhorar o relacionamento com os clientes.

Depois é pensar como fazer, estruturar a ação e fazer novamente. Em Marketing, o gatilho que desencadeia esse processo se chama cliente. Por isso, é um processo que se retroalimenta permanentemente.

Como usar o conteúdo nesse processo

Esse artigo é para fazer você, empreendedor, gestor de marketing ou produtor de conteúdo, refletir sobre o papel do conteúdo em todo esse processo.

Você já parou para observar a quantidade de interações possíveis com seu target a partir da estruturação de uma política de marketing de conteúdo?

Você já se deu conta do quanto essa tal comunicação de mão dupla da internet é capaz de oferecer oportunidades para você entender quem é o seu cliente? Já pensou que dessas interações pode surgir a ideia para um novo produto. Pois pode acreditar que isso acontece muito mais do que possamos imaginar.

É só ficar atento, ouvir o cliente sempre, para poder ver as oportunidades. Por isso, quando estiver estruturando sua campanha de marketing de conteúdo, lembre-se de que é, sim, a hora de fazer, mas é também a hora de ver e pensar, que é um processo dinâmico, em que as três fases coexistem no mesmo tempo e lugar.

Gostou desse artigo? Ele foi produzido pela RedaWeb. Se você quer ter uma política eficaz de marketing de conteúdo, entre em contato conosco pelo nosso site ou pelo 0800 750 5564.

2018-06-06T14:49:31+00:00 junho, 2018|Categories: Tendências de Mercado|Comentários desativados em Ver – pensar – fazer: uma estrutura de negócios, conteúdo e marketing