Plano de Marketing: o guia completo para criar o seu

Você certamente já ouviu falar em plano de marketing, certo? Em resumo, é um documento que estabelece as diretrizes, a estratégia e os passos que serão dados para atingir um objetivo de marketing.

 

Precisando de conteúdo para seu site/blog?

RedaWeb

Esse objetivo pode ser relacionado ao lançamento ou reposicionamento de um produto, à criação de um sistema de franquias, à reestruturação de canais de atendimento para melhora da experiência do cliente, etc.

O plano e marketing se divide em quatro etapas:

– Estratégica – A parte estratégica é aquela que detalha todo o cenário em que vai se desenvolver a ação, envolvendo as condições competitivas da empresa, os problemas e oportunidades que ensejam o plano, o objetivo a ser atingido, que descreve o mercado, o público consumidor e todos os aspectos a serem considerados, como questões jurídicas e tecnológicas, como influenciadores do sucesso ou fracasso do plano.

A parte estratégica faz a consideração de todas essas variáveis para criar um posicionamento competitivo, que deverá orientar todo o marketing tático.

– Tática – Marketing tático é o plano propriamente dito, que documenta, em linhas gerais, tudo que será feito para alcançar os objetivos. Nessa fase é também feita a estimativa de custo de cada uma dessas ações para aferir qual o custo total do projeto, envolvendo: publicidade, produção, logística, etc…

– Operacional – A parte operacional, efetivamente, não cabe num plano de marketing, uma vez que se volta para o dia a dia. No entanto, num plano de marketing deve ser estabelecida uma programação a ser cumprida ao longo do período do plano, com a atribuição da responsabilidade por esse cumprimento a um dos gestores, que fará um plano específico para aquela tarefa.

Para sair um pouco da teoria, suponhamos que entre as ações promocionais haja a previsão de um evento de lançamento. Esse evento não será detalhado no plano de marketing, mas sim pelo responsável pela sua execução.

– Financeira – Nessa etapa é feita a comparação dos custos totais do projeto, envolvendo desenvolvimento, produção, lançamento e marketing, com a previsão de receitas. Deve ser feita com muito cuidado e o mais absoluto realismo, pois ela serve para mostrar se o plano é viável financeiramente.

Gostou desse artigo? Ele foi produzido pela RedaWeb, uma empresa especializada na produção de conteúdos de alto valor para ajudar você a conquistar mais clientes através do Marketing Digital. Conheça nossos planos entrando em contato através do nosso site ou do 0800 75 5564.

2018-08-01T14:53:04+00:00 agosto, 2018|Categories: Marketing de Conteúdo|Comentários desativados em Plano de Marketing: o guia completo para criar o seu