Passo a passo para você se tornar um freelancer pessoa jurídica

Atuar como freelancer é uma escolha para quem deseja comandar o próprio ritmo de trabalho ou uma opção para superar o desemprego. Seja qual for o motivo, o mais importante é encarar o caminho com bastante seriedade, determinação e profissionalismo. Começar certo faz toda a diferença.

Precisando de conteúdo para seu site/blog?

RedaWeb

Uma das decisões mais importantes, antes de iniciar essa jornada, é a formalização do negócio, ou seja, tornar-se uma pessoa jurídica para trabalhar por conta própria. Como freelancer pessoa jurídica, você terá CNPJ, poderá abrir a conta bancária da firma, emitir Nota Fiscal e terá acesso a linhas de crédito e financiamentos, com tratamento diferenciado.

Freelancer: 3 passos para se tornar pessoa jurídica

1. Planeje a formalização: Para se tornar um freelancer pessoa jurídica o primeiro passo é definir quais serviços você deseja prestar e se terá sócios. São informações importantes para a abertura da firma e planejamento tributário. O Microempreendedor Individual (MEI), por exemplo, é uma opção para atuar como freelancer pessoa jurídica. O processo para a obtenção de CNPJ é mais simples, rápido e o custo mensal com as despesas tributárias da empresa são menores, pois o MEI é isento de impostos federais.

Atualmente, o microempreendedor recolhe, ao mês, o valor de R$ 47,70, referente à contribuição previdenciária, acrescido de R$ 5,00 (prestador de serviço) ou R$ 1,00 (setores do comércio ou indústria). Para atuar como MEI você não poderá faturar mais que R$ 81 mil ao ano. Ao ultrapassar esse limite, a firma deverá ser enquadrada no Simples Nacional, que tem outras regras de tributação.

2.Consulte um contador: Procure uma empresa contábil enquadrada no Simples Nacional porque, pela lei, esse tipo de firma deve prestar o serviço, gratuitamente, para a criação do MEI, e fazer a sua primeira declaração de Imposto de Renda. Antes de se tornar um freelancer pessoa jurídica você precisa ter consciência sobre suas obrigações tributárias para evitar problemas futuros com a Receita Federal. Com a carteira assinada, você não tem esse tipo de preocupação, mas, como PJ não há como escapar da burocracia mensal, dos cuidados com a emissão de notas fiscais e a declaração anual de Imposto de Renda.

3. Invista em network e marketing: Ao decidir trabalhar como freelancer pessoa jurídica é essencial aumentar sua rede de contatos profissionais e ter um plano de marketing para conquistar clientes e, aos poucos, expandir seu negócio. Uma ferramenta muito eficaz é o marketing digital. Para ganhar mais visibilidade você precisa ter um site, um blog e utilizar as redes sociais, de maneira profissional, para divulgar os serviços e mostrar sua autoridade no ramo. Tudo tem que ser feito com absoluto profissionalismo. Isto se faz com um bom plano de marketing digital!

Quer saber como funciona esse tipo de serviço?

Acesse o nosso [site] ou ligue grátis 0800 750 5564

2018-04-09T13:59:29+00:00 abril, 2018|Categories: Tendências de Mercado|Comentários desativados em Passo a passo para você se tornar um freelancer pessoa jurídica