O que um freelancer precisa para pensar fora da caixa?

Primeiramente, vamos tentar definir aqui o que é pensar fora da caixa? Sabe aqueles lugares comuns, aquelas coisas que as pessoas repetem, sem fazer qualquer reflexão sobre as mesmas? O processo criativo no marketing de conteúdo se depara com um dilema permanente, que está localizado na fronteira entre a criatividade e a fidedignidade das informações.

Precisando de conteúdo para seu site/blog?

RedaWeb

Precisamos sempre lembrar que o compromisso fulcral do marketing de conteúdo é entregar informação. Não é o que as pessoas buscam na internet e não é essa informação entregue o elo entre o cliente e as próximas fases do funil de vendas?

Logo, pensar fora da caixa não pode ser o mesmo que pensar fora dos fatos, o que não significa dizer que produzir conteúdo seja repetir uma ideia com outras palavras.

Pensando fora da caixa

Existem muitas formas de se pensar fora da caixa. O próprio estilo do freelancer já pode ser um diferencial importante para o texto, contanto que não fuja à proposta do briefing e ao posicionamento da marca contratante.

Uma técnica extremamente eficaz, talvez a melhor delas, é a associação de ideias. Produzir conteúdo é cruzar informações e confrontar visões, para desse processo tirar algo novo, algo que seja realmente relevante para o leitor.

É claro que você precisa ter referências. Isso não significa, no entanto, que você, freelancer, vai se limitar a reproduzir as informações e conceitos presentes nos textos nos quais você se baseia para redigir o seu conteúdo. Sabe aquela história de “uma coisa leva a outra”? Um simples aprofundamento da pesquisa a partir de uma ideia associada ao tema central pode levar a um salto gigantesco para fora da caixa.

A importância do freelancer

Se você é ou deseja ser freelancer, é preciso ter plena consciência de que você é o instrumento que faz a roda girar.

Você pode ter um excelente briefing e pautas muito bem elaboradas para seguir, mas é você quem vai fazer a diferença. É o que você vai entregar no seu texto que vai fidelizar as pessoas.

Pois então, com base nisso, aqui vai um mandamento a ser seguido, esse sim, cegamente. O nome já diz tudo. É conteúdo. Se você é produtor de conteúdo, nada mais justo que você esteja repleto dele.

O que leva alguém a ter conteúdo? Você sabe?

Muito fácil. Curiosidade, sede de conhecimento e leitura, muita leitura. A leitura, por mobilizar todos os sentidos, desenvolve de forma dramática o poder criativo. Leia muito sobre muitos assuntos. Leia romances, poesia, letra de música e até bula remédio, mas leia sempre, diariamente.

Se você tem conteúdo para entregar, seus textos sempre terão um diferencial, um algo a mais. Não é só escrever a mesma coisa de forma diferente, é agregar valor ao conteúdo que você produz. Um valor que vem de você mesmo.

2018-05-04T11:26:22+00:00 maio, 2018|Categories: Tendências de Mercado|Comentários desativados em O que um freelancer precisa para pensar fora da caixa?