Marketing no LinkedIn: o guia completo

O tema desse artigo é a utilização do LinkedIn como ferramenta de negócios. Fazer Marketing no LinkedIn é uma excelente alternativa para quem tem serviços a oferecer, principalmente no segmento B2B.

 

Precisando de conteúdo para seu site/blog?

RedaWeb

Você tanto pode fazer o marketing pessoal como o empresarial, numa ferramenta que se consolidou como excelente canal de divulgação profissional e que não para de crescer.

Ter um perfil profissional ou empresarial no LinkedIn se tornou quase obrigatório para quem deseja construir um networking poderoso e se comunicar com empresas e pessoas que buscam aquilo que você tem a oferecer.

Trata-se de uma ferramenta multimídia, onde você pode usar de artigos a vídeos e slides para se promover, mas é fundamental, antes de qualquer coisa, ter um plano de comunicação, um plano de mídia e marketing digital, o que significa alinhar o LinkedIn a outras ferramentas promocionais, como outras redes sociais, site e blog.

Podemos dizer que o LinkedIn é seu currículo ou seu portfólio exposto na rede social para milhares de pessoas e empresas, que pode lhe render negócios e parcerias. Trata-se de uma ferramenta perfeita para aproximar profissionais.

Dicas importantes para fazer Marketing no LinkedIn

1 – Tenha um plano de marketing

Se você tem claro quais são seus objetivos, estruture um plano de marketing, em que esteja presente o que você quer comunicar, a quem quer comunicar, seu posicionamento e de que modo pretende controlar os resultados.

2 – Integre o Linkedin a seus outros canais de interação

A internet permite que você estruture diversos canais de interação. Use o LinkedIn para divulgar seu site e/ou blog, mas faça também o caminho de volta. Divulgue sua página em suas mídias, de modo a atrair pessoas para o seguirem no LinkedIn. É uma ótima tática para fazer com que suas mídias se retroalimentem.

3 – Mantenha sua página ativa

Como qualquer outra rede social, fazer Marketing no LinkedIn pressupõe alimentar a página regularmente com novos conteúdos. Divulgue artigos, vídeos, tudo que você produzir com finalidade de promoção profissional.

No LinkedIn, ao contrário do que acontece atualmente no Facebook, seu conteúdo é divulgado para todos os seus seguidores, de modo que você possa mantê-los engajados.

4 – Faça SEO ( ou SMO )

Muitas pessoas acreditam que não é possível fazer SEO nas mídias sociais.

Essa é uma visão equivocada. Todas elas possuem mecanismos de busca. Encontrar as palavras chave corretas é essencial para que você possa aplicá-las ao seu conteúdo e ser encontrado mais facilmente.

A diferença é só no nome. No caso das mídias sociais, chamamos SMO ( Social Midia Optimization ), mas o conceito é o mesmo.

5 – Controle os resultados

O LinkedIn também possui suas próprias métricas. Utilize-as para entender como se comporta sua página, como se comportam as pessoas com relação a ela e qual o perfil dos seus visitantes, que são informações relevantes para você definir suas estratégias.

6 – Se couber no orçamento, invista no LinkedIn Ads

A dinâmica é a mesma do Google Adwords. Você paga pelo anúncio e o direciona ao seu público alvo, ganhando maior visibilidade e ampliando as possibilidades de negócios.

Gostou do artigo? Há muitos outros em nosso blog, que vão te ajudar a adquirir novos conhecimentos sobre o ambiente de negócios.

Se o seu problema é encontrar quem ajude sua empresa a usar o Marketing de Conteúdo para ampliar as vendas e a lucratividade, então é só entrar em contato através do nosso site ou do 0800 750 5564.

2018-06-06T13:21:28+00:00 junho, 2018|Categories: Marketing Digital|Comentários desativados em Marketing no LinkedIn: o guia completo