Marketing de varejo: o que é e como o Big Data vem transformando o setor?

Você sabe aquela coisa que você guarda em casa cogitando que um dia vai precisar dela, só não sabe para quê?

 

Precisando de conteúdo para seu site/blog?

RedaWeb

Talvez você tivesse em mente alguma utilidade para aquilo, mas como o objeto foi para no fundo de algum armário ou gaveta, por lá ele permanecerá até a eternidade ou até alguém resolver fazer uma limpeza e jogar tudo fora.

Isso não acontece só na vida pessoal. É uma rotina presente na vida das empresas. Umas dessas coisas que as empresas costumam armazenar são as informações. Há um zelo muito grande pelo processamento e armazenamento de dados, o que é louvável.

Esse zelo sistêmico, que está presente principalmente nas médias e grandes organizações é a porta de entrada para compreendermos o Big Data, que nada mais é que o imenso volume de dados que são armazenados pelas empresas.

O grande problema é que a maior parte de tudo isso é desperdiçado, porque não basta que as empresas zelem pela preservação da informação contida nos dados. É preciso, outrossim, que haja políticas para a utilização desses dados, para a transformação dos mesmos em informações valiosas em todos os sentidos.

Marketing de varejo

O que vem a ser marketing de varejo?

A resposta é muito simples. São políticas de marketing voltadas exclusivamente para o varejo, como o merchandising, as políticas de desconto no ponto de venda, a comunicação visual, as condições de pagamento, as promoções de preço, o treinamento dos atendentes e vendedores, a gestão dos estoques, o relacionamento com fornecedores, etc.

O objetivo do marketing de varejo é sempre vender mais com o menor custo e maior lucratividade. Há grande ênfase na aquisição de mercadorias, prazos de entrega e pagamento, uma série de fatores que afetam na lucratividade da empresa.

Aonde o marketing de varejo e o Big Data se cruzam?

O varejo é aquele que gera mais dados para a empresa, a começar pelas informações financeiras, mas é possível ter acesso a muito mais informações a partir dos dados colhidos na operação.

É possível, através dos dados gerados no caixa, saber quais são os horários de pico, qual o ranking das bandeiras de cartão de crédito mais usados, como se comporta a média dos clientes nas compras, quais produtos estão relacionados uns aos outros no carrinho de compras, com que frequência cada cliente vai ao mercado, etc.

Com base nesse mar de informações possíveis é possível que se estruture políticas mais racionais e eficazes para o trato com os diferentes públicos.

Tudo isso, no entanto, estamos falando do varejo físico. Imagine o leitor o que não pode ser feito no varejo virtual, onde tudo é praticamente em tempo real.

Vamos deixar o leitor dando asas à imaginação.

Se você gostou desse conteúdo e gostaria de produzir material assim para ajudar sua empresa a conquistar mais clientes, entre em contato com a RedaWeb através do nosso site ou do número 0800 750 5564.

2018-08-02T14:30:09+00:00 agosto, 2018|Categories: Marketing Digital|Comentários desativados em Marketing de varejo: o que é e como o Big Data vem transformando o setor?