Conteúdo noticioso versus conteúdo evergreen: qual a diferença entre eles?

Dois princípios devem ser abordados para que possamos entender a diferença entre essas duas modalidades de conteúdo: temporalidade e finalidade.

Precisando de conteúdo para seu site/blog?

RedaWeb

Quanto à temporalidade, devemos dizer que o conteúdo noticioso tem prazo de validade, muito embora seja possível, de alguma forma contestar essa afirmação.

Da mesma forma que podemos contestar a afirmação de que o conteúdo evergreen é atemporal. Não obstante, não é incorreto dizer que esse tipo de conteúdo tem prazo de validade bastante longo.

Para explicar melhor, podemos dizer que o presente artigo é um conteúdo evergreen. Por que? Se você lê-lo daqui a três anos, ele terá a mesma utilidade de agora.

Já abordando a finalidade, fica mais fácil entender a diferença. O conteúdo noticioso tem por finalidade levar uma informação presente. São as reportagens de rádio, jornal, portais, revistas e TV.

Sabemos que as pessoas procuram notícias para estarem cientes do que está acontecendo. Trata-se de uma informação sobre o presente. É muito comum ouvirmos dizer que a notícia tem validade curta, que logo as pessoas esquecem. É verdade. Vivemos num mundo em que elas se sucedem com volúpia tal que o que aconteceu há duas horas já não interessa a mais ninguém, sobretudo a partir do momento em que a propriedade da informação saiu da mão dos grandes meios de comunicação e passou a ser compartilhada até mesmo pelo cidadão comum, que pode, através das redes sociais, dar notícias em primeira mão.

Porém, fizemos uma ressalva lá no começo. É que para jornalistas, produtores de conteúdo e pesquisadores, notícias relevantes sempre servirão como fonte de pesquisa. O jornalismo é como um registro histórico em tempo real, o que lhe confere um viés atemporal, dependendo, claro, da relevância do conteúdo noticioso e restrito a um determinado público.

O conteúdo evergreen como ferramenta de negócios

Podemos entender como conteúdo evergreen offline os livros. Tanto é assim que os guardamos na estante, enquanto o jornal (conteúdo noticioso) vai para a lata de lixo depois de dois ou três dias.

Só que há uma sutil diferença. Todo conteúdo evergreen tem por finalidade atender a uma determinada demanda de um determinado público. É o conteúdo divulgado na internet para levar esclarecimento sobre determinado assunto, como é o caso desse artigo.

As empresas usam esse tipo de conteúdo para alinhar a necessidade de desenvolver relacionamento com seu público com a entrega de um serviço ao mesmo, que é esclarecer suas dúvidas, matar uma curiosidade, entregar informação e conhecimento.

Evergreen quer dizer “sempre verde”, o que indicaria que o conteúdo nunca perde a validade. Para que isso aconteça, no entanto, é preciso que aqueles que lidam com conteúdo fiquem atentos à necessidade de atualizá-lo. Muitas vezes o conteúdo fica desatualizado e cai até em desuso.

A grande vantagem desse tipo de conteúdo é que ele continua útil por muito tempo e com isso se torna uma ferramenta permanente de atração de novos usuários para os blogs das empresas, aumentando a possibilidade de convertê-los em futuros clientes.

Já que estamos falando em conteúdo como ferramenta de negócios, esse que você acabou de ler foi produzido pela Redaweb.

Se você reconhece a importância do marketing de conteúdo para a sua empresa e gostou do que leu, entre em contato conosco através do nosso site ou do 0800 750 5564. Você pode ter conteúdos assim, alinhados e a serviço de seu negócio.

2018-04-24T08:41:38+00:00 abril, 2018|Categories: Marketing de Conteúdo|Comentários desativados em Conteúdo noticioso versus conteúdo evergreen: qual a diferença entre eles?