Como transformar o Facebook em um máquina de gerar leads

Se há algo que confunde os pequenos empreendedores, como MEI, ME e profissionais liberais, é qual o papel das mídias sociais na alavancagem de vendas, receitas, reconhecimento de marca e lucro.

Precisando de conteúdo para seu site/blog?

RedaWeb

 

Talvez o primeiro grande passo, que é ignorado por muitos atores do mercado, seja perceber que há um ativo valioso a ser conquistado e que raramente passa pela mente dos investidores.

Estamos falando da informação. É bem verdade que o advento do Markerting Digital como ferramenta promocional de alto valor já não é mais nenhuma novidade. Ainda que muitas empresas falhem na fase final do funil de compras do consumidor, há um conjunto de técnicas consolidadas, como o Inbound Marketing, o Remarketing e alguns formatos de parceria que vão surgindo no mercado.

Quase todas as técnicas convergem para a captação de leads, que são aqueles consumidores que iniciaram uma interação com sua marca, o que os torna prováveis clientes em potencial.

Aonde entra o Facebook

A grande questão que envolve o Facebook, e nisso voltamos ao tema genérico, é um conflito de valores. O Facebook é um meio e não uma finalidade. Não que falte essa percepção a quem está no mercado, mas o grande problema é que as mídias sociais, como o Facebook, possuem vida e dinâmicas próprias.

É preciso, por isso, compreender essa dinâmica, mas também ser capaz de alinhá-la aos seus objetivos, sendo que, dentro de uma política de markerting digital, a função das mídias sociais é gerar leads. Se elas não servem para isso, nada mais são do que números para sua empresa mostrar, como se ter likes fosse o propósito das páginas das empresas no Facebook, e não vender os produtos, que é o que rentabiliza os negócios.

Mas como fazer para transformar os usuários em leads?

Há quem imagine que a resposta para essa pergunta está no Facebook.

Não está.

A resposta foi dada acima. Consiste em compreender a dinâmica do Facebook e ter um bom direcionamento do seu negócio, que significa ter um plano de markerting digital consistente, respaldado por um planejamento global, que inclua saber o que fazem seus concorrentes nessas mídias, como as pessoas enxergam cada tipo de ação, quais são os valores e anseios do público que você escolheu para atender.

Voltamos à questão da informação como ativo. Você pode usar o Facebook para fazer ações interativas, das quais as pessoas participem. Pode recorrer a estratégias promocionais, incentivando as pessoas a responderem perguntas e concorrer a prêmios, ao mesmo tempo em que elas se tornem assinantes de sua newsletter.

O mais importante aqui não é encher você de dicas, que serão seguidas sem a correta compreensão, até porque quando dominamos determinados conceitos, somos capazes de usar a criatividade para criar nossos próprios caminhos. Toda técnica e toda estratégia só existem hoje porque alguém as criou.

Outro ponto importante é formar uma base inicial de seguidores no Facebook. Para isso, investir um pouco mais pesado no Facebook Ads é um ótimo caminho, com tanto que tudo que foi falado acima tenha sido observado. É o mesmo conhecimento do cliente que vai levar você a direcionar a campanha para o público certo, que se tornará uma arma ainda mais poderosa na medida em que você o amplie, refine e aprofunde.

Pense nisso!

Se você quer conteúdos de qualidade para engajar seus clientes e gerar novos negócios, entre em contato com a Redaweb pelo site ou pelo 0800 750 564.

2018-05-25T10:49:03+00:00 maio, 2018|Categories: Marketing para Facebook|Comentários desativados em Como transformar o Facebook em um máquina de gerar leads